Fundado aos 11 de setembro de 1990 pelo CEO jornalista Eraldo Mendes

Cidadão Repórter

65992683333
Várzea Grande(DF), Quarta-Feira, 01 de Dezembro de 2021 - 17:38
27/10/2021 as 06:48 | Por Assessoria. |
Auxílio do programa SER Família deverá ser depositado entre final de outubro e início de novembro
Auxílio do programa SER Família deverá ser depositado entre final de outubro e início de novembro
Fotografo: Divulgação.
Auxilio Emergencial.

Os cartões do programa Ser Família deverão ser abastecidos entre final de outubro e início do mês de novembro. Com isso, mais de 100 mil pessoas de Mato Grosso serão beneficiadas com o auxílio de R$ 200 a cada dois meses.

A transferência de recurso é assegurada pela Lei 602/2021 que permitiu a ampliação do programa emergencial, que teve prazo de cinco meses encerrando em setembro, para até dezembro de 2022. Neste ano, ainda serão pagas para todos os beneficiários duas parcelas, referentes aos meses de outubro e dezembro.

A secretária de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho, explica que a pausa na transferência do recurso foi necessária para ajuste no programa. “Trocamos a empresa que administra o cartão e teremos que fazer a troca dos cartões”, justifica.

No entanto, somente os beneficiários dos municípios de Várzea Grande e Cuiabá receberão o auxílio, referente ao mês de outubro, com o cartão atual. Nas demais cidades, será feita a substituição dos cartões de todos os beneficiários para o recebimento das duas parcelas.

Os municípios receberão os referidos cartões até o dia 5 de novembro. Desta forma, o beneficiário deverá procurar a Secretaria de Assistência Social para fazer a troca do cartão.

“Tínhamos um saldo com a empresa anterior que permitirá o pagamento do recurso para os beneficiários cuiabanos e várzea-grandenses, referente a parcela de outubro”, diz Rosamaria. Ela esclarece ainda que o recurso é garantido para aquelas famílias que já recebiam o auxilio emergencial.

O Ser Família é fornecido às famílias com renda mensal per capita de até R$ 89, inscritas no Cadastro Único das Políticas Sociais Brasileiras do Ministério da Cidadania (CadÚnico), e também no Programa Bolsa Família.

 




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil