0

Portal fundado aos 11 de setembro de 1990 pelo CEO fundador Eraldo Mendes

Cidadão Repórter

65992814942
Várzea Grande(DF), Sábado, 28 de Novembro de 2020 - 11:24
16/11/2020 as 21:52 | Por So Noticias. | 116
Cuiabá contrata treinador que estava no Paraná e hoje vai a Porto Alegre enfrentar o Grêmio
Allan Aal foi zagueiro profissional e passou por clubes como Coritiba, Botafogo.
Fotografo: Divulgação.
Novo treinador.

Em menos de uma semana após a saída do técnico Marcelo Chamusca para o Fortaleza, a diretoria do Cuiabá apresentou um novo comandante para o Dourado. A aposta é num treinador da nova geração: Allan Aal, de 41 anos, que estava no Paraná Clube, e deve se apresentar oficialmente hoje. Pela manhã ele comanda um treinamento, à tarde será apresentado oficialmente e concederá entrevista coletiva on line para, em seguida, embarcar para Porto Alegre e encarar o Grêmio, quarta-feira, pela partida de volta das quartas e final da Copa do Brasil, precisando vencer o adversário por dois gols de diferença para avançar.
 
Como jogador, Allan Aal foi zagueiro profissional e passou por clubes como Coritiba, Botafogo, Triestina (Itália), PAOK (Grécia), entre outros. Após encerrar a carreira dentro de campo, Allan fez os cursos de capacitação da CBF e passou pela base do Rio Branco-PR e do Coritiba e, profissionalmente, já treinou Foz do Iguaçu, Portuguesa, Cascavel e Paraná Clube.
 
Ele comandou o Paraná Clube em 36 jogos oficiais em 2020, e deixou o clube paranista, no início de novembro, quando a equipe estava na sexta colocação da Série B, três pontos abaixo do G4.
Junto com ele chegam Anderson Canela, como auxiliar-técnico, e Paulo Pelanda Júnior, para a análise de desempenho. Além deles, o clube contratou Jorge Soter, ex-Atlético Goianiense, que será o preparador-físico principal e fará parte da comissão permanente do clube.
 
No jogo de ida da Copa do Brasil, o Cuiabá foi derrotado pelo Grêmio por 2 a 1 na Arena Pantanal. Para avançar à fase semifinal, precisa vencer por dois gols de diferença. Uma vitória por diferença mínima força a disputa por pênaltis.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil