Fundado aos 11 de setembro de 1990 pelo CEO jornalista Eraldo Mendes

Cidadão Repórter

65992683333
Várzea Grande(DF), Sexta-Feira, 28 de Janeiro de 2022 - 05:38
08/01/2022 as 06:48 | Por Da Redação |
Mato Grosso registra abertura de mais de 75 mil empresas em 2021.
A criação de novos empreendimentos no Estado ultrapassou os 20% nos últimos doze meses.
Fotografo: Divulgação.
Aumenta de oportunidades.

A Junta Comercial de Mato Grosso (Jucemat) registrou a abertura de 75.058 novas empresas de janeiro a dezembro de 2021. Conforme o levantamento feito pela estatal, o crescimento foi de 20,08% em comparação ao mesmo período de 2020 quando foram constituídos 62.506 empreendimentos no Estado.

Do total contabilizado, o maior volume de criação de novas empresas ocorreu no setor de Serviços que fechou o ano com 46.773 registros, enquanto que em 2020, chegaram a 38.673. Um acréscimo de 20,94%. O Comércio aparece na segunda colocação quanto a inscrições de novos CNPJs com 22.214 em 2021, contra 18.719 no ano anterior. Incremento de 18,67%. A Indústria teve saldo de 6.071 novos empreendimentos em 2021 e 5.114 em 2020. Uma evolução de 18,71%.

Expansão que, segundo o presidente da Jucemat, Manoel Lourenço de Amorim, reflete as inovações que vem sendo implementadas para facilitar a vida do empreendedor.

“Estamos trabalhando para simplificar o processo de instauração de empresas por meio de soluções tecnológicas. De modo que o cidadão possa realizar a constituição de sua empresa de forma célere, prática e segura de onde estiver, sem a necessidade de percorrer diversos órgãos para formalizar seu negócio. E essas ações já vem dando resultado, tanto que o crescimento de registros de novas empresas é bastante expressivo”, explica Amorim.

Balcão Único

A Jucemat, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso (Sedec-MT), inicia neste ano a operação da plataforma digital 'Balcão Único'. O sistema permitirá que qualquer cidadão possa abrir uma empresa de forma simples, automática, em poucos minutos e sem custos.

Primeiramente, o Balcão Único será voltado para empresas de baixo risco, independente do porte, pequena, média ou grande. Em específico para Empresário Individual (EI), Sociedade Limitada Unipessoal (SLU), Sociedade Limitada com apenas um sócio e sem necessidade de capital mínimo e Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (Eireli).

Conforme o secretário de Desenvolvimento Econômico de Mato Grosso, César Miranda, as melhorias oferecidas a quem pretende oficializar um negócio no Estado tem impulsionado essa evolução.

“O Governo do Estado tem atuado de forma sistemática para fomentar a economia local e gerar empregos. Para isso foram ofertadas novas ferramentas que possibilitam esse crescimento empresarial. E os mato-grossenses tem acreditado nessa parceria e investido em novos empreendimentos. Os números estão aí para comprovar”, ressalta Miranda.

Atualmente Mato Grosso possui 420.577 empresas ativas, sendo 233.894 delas voltadas ao setor de Serviços, 148.869 no Comércio e 37.663 na Indústria.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil