Fundado aos 11 de setembro de 1990 pelo CEO jornalista Eraldo Mendes

Cidadão Repórter

65992683333
Várzea Grande(DF), Sexta-Feira, 28 de Janeiro de 2022 - 05:26
15/01/2022 as 06:50 | Por Da Redação |
OAB-MT pede reabertura do Poder Judiciário e retomada das atividades presenciais.
Os órgãos judiciais no início da semana haviam declarado mais 10 dias
Fotografo: Divulgação.
Judiciario.

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT), através de ofício, se posicionou a favor da imediata reabertura do Poder Judiciário e da retomada das atividades presenciais.
 
Em ofício encaminhado à Presidência do Tribunal de Justiça, manifesta extrema preocupação com a medida drástica, que afeta toda a prestação jurisdicional.
 
O Poder Judiciário de Mato Grosso adotou funcionamento em teletrabalho por 10 dias como primeira “ação preventiva” para conter o avanço da Covid-19 e da Influenza H3N2, isso após 1 dia de retorno do recesso forense.
 
“Nesta linha, a OAB-MT reafirma a necessidade de que o Poder Judiciário reabra suas portas à sociedade de Mato Grosso, em especial à advocacia, tão prejudicada nestes últimos 02 (dois) anos com as decisões de fechamento e não atendimento presencial. Imperativo ainda destacar, que não possuímos uma Justiça Estadual 100% virtualizada, e que as ferramentas virtuais colocadas à disposição da advocacia e sociedade, não vem atendendo com a eficiência desejada as demandas existentes”, diz trecho do ofício.
 
Sendo assim, ao manifestar expressa discordância com o novo fechamento das portas do Poder Judiciário, a OAB-MT requer a imediata revogação da Portaria-Conjunta TJMT N.1/2022-PRES, propondo ações preventivas à contaminação, considerando que o atual cenário, em que pese necessitar atenção, não é o suficiente para determinar medida drástica de fechamento das portas do Tribunal e fóruns do Estado de Mato Grosso.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil