Fundado aos 11 de setembro de 1990 pelo CEO jornalista Eraldo Mendes

Cidadão Repórter

65992814942
Várzea Grande(DF), Quarta-Feira, 05 de Maio de 2021 - 21:18
09/04/2021 as 07:46 | Por Da Redação | 168
Deputado Valdir Barranco recebe alta médica após ficar 52 dias na UTI com Covid.
De volta pra casa após 52 dias na UTI.
Fotografo: Divulgação.
Deputado Valdir Barranco.

Após 52 dias internado devido à Covid-19, o deputado estadual Valdir Barranco (PT) recebeu alta da UTI nesta quinta-feira (08).

Agora, seguirá o tratamento da Covid-19 em um leito de enfermaria, ainda em São Paulo.

Há 7 dias se nutrindo de alimentos pastosos, seu quadro clínico evolui muito bem. Continuará com procedimentos essenciais para sua reabilitação integral, com assistência da fisioterapia e da fonoaudiologia.

São quase dois meses de internação e de muita luta pela vida, de perseverança e de garra de nosso querido companheiro Barranco.

Graças à união de nossos melhores propósitos, Barranco lutou e perseverou sozinho.

"Agradecer toda a equipe médica que cuida e trata dele é quase nada perto do que os profissionais de saúde fazem nesta travessia tão difícil. Muito obrigado a todos que cuidam dele e de tantos mais. Vocês são símbolos do que existe de melhor nesse país: pessoas que fazem de tudo para assegurar o bem de todas as outras pessoas" disse a assessoria do parlamentar.

 

Ele testou positivo para a doença no dia 15 de fevereiro e desde o dia 03 vem apresentando melhoras significativas tem evoluído de forma satisfatória.

 

Pandemia no legislativo


Além de Barranco, outros 15 deputados já testar positivo para a doença na Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Entre eles, estão: Eduardo Botelho (DEM), Valmir Moretto (PRB), Max Russi (PSB), Wilson Santos (PSDB), Paulo Araújo (PP), Thiago Silva (MDB), Allan Kardec (PDT), Faissal Calil (PV), Elizeu Nascimento (PSL), Dilmar Dal'Bosco (DEM), Nininho (PSD), Carlos Avalone (PSDB), Dr. João (MDB) e Janaina Riva (MDB).


No mês passado, o deputado Silvio Fávero (PSL) veio a óbito após sofrer complicações motivadas pela doença.




Notícias Relacionadas





Entrar na Rede SBC Brasil